Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Botafogo banca treino de Nocetti com a seleção

Após polêmica com técnico, clube paga o alojamento no Rio de Janeiro para que o remador se junte aos companheiros de seleção

Antonio Kurazumi, especial para o iG |

Foto: Divulgação Anderson Nocetti mora em Florianópolis, mas defende o Botafogo

Nada de treinar sozinho em Santa Catarina, sem um técnico por perto e um barco adequado. Com a ajuda do Botafogo, que está bancando a hospedagem, o remador Anderson Nocetti tem a chance de treinar por uma semana com a seleção brasileira na lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. A novidade surge depois da discussão via facebook do veterano com o técnico José Oyarzabal, que o criticou após a Copa do Mundo de Lucerna, na Suíça.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“É sempre o clube que está querendo me ajudar. Eu ia voltar para Florianópolis se não fosse o Botafogo, onde estava treinando só por um período porque à tarde não há condições”, desabafou o veterano ao iG. Aos 38 anos, Nocetti luta por uma preparação “digna”, como ele mesmo fala, para disputar a quarta Olimpíada da carreira. Na próxima quarta-feira, a delegação nacional viaja para Munique, na Alemanha, onde participa de mais uma etapa da competição que só perde em importância para o Mundial e os Jogos Olímpicos.

Blog Espírito Olímpico: T udo sobre os Jogos de Londres

O próprio treinador já disse em outra oportunidade que a CBR (Confederação Brasileira de Remo) não possui verba para pagar a estadia do atleta no Rio. No entanto, o francês declarou que o pupilo precisa melhorar a remada pelas redes sociais. Nesta terça-feira, ele não mudou a postura.

Leia mais: Sem técnicos por perto, Nocetti critica preparação para Londres

“Não é porque ele estará comigo que irá melhorar. Vai depender dele, de querer mudar e se concentrar mais”, afirmou Oyarzabal, acrescentando que Nocetti pode ganhar “uma ou duas posições” em relação à última edição da Copa do Mundo.

Veja também: Atleta do Flamengo é a melhor brasileira na Copa do Mundo

A confirmação do veterano nos treinos da seleção só veio nesta terça-feira, após reunião na sede da CBR com a presença de dirigentes do Botafogo. “Aqui é diferente. Você começa a remar com outros barcos e fica mais motivado. Além disso, pode observar o trabalho que os companheiros estão fazendo e tentar seguir um pouco”, explicou Nocetti, animado com a chance.
 

Leia tudo sobre: remoanderson nocettibrasillondres 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG