Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Autópsia indica doença cardíaca em nadador norueguês

Campeão mundial dos 100 m peito em 2011, Alexander Dale Oen se preparava para a disputa das Olimpíadas de Londres

Agência Estado |

A autópsia divulgada nesta terça-feira apontou uma doença cardíaca como a causa da morte do nadador norueguês Alexander Dale Oen, que morreu no dia 30 de abril, durante um período de treinamento em Flagstaff, no Arizona, nos Estados Unidos, já como preparação para as Olimpíadas de Londres. Ele tinha 26 anos e foi campeão mundial dos 100 metros peito em 2011.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Getty Images
Alexander Dale Oen ganhou o ouro nos 100 m peito no Mundial de Xangai%2C em 2011


Segundo a autópsia, Dale Oen tinha uma doença coronária aterosclerótica, que fez com que um coágulo na artéria impedisse que o sangue chegasse ao coração, provocando a morte. Diante do resultado, o médico Kimbal Babcock, que assina o documento, chegou a aconselhar os familiares do nadador norueguês a investigarem o histórico familiar de problemas cardíacos.

Leia mais sobre natação no blog do Rogério Romero

Ao se tornar campeão mundial no ano passado, um feito inédito para a natação norueguesa, Dale Oen virou um herói esportivo na Noruega. A conquista aconteceu apenas três dias depois do massacre que provocou a morte de 77 pessoas no país, sendo que ele dedicou sua vitória às vítimas. O nadador também era favorito para a medalha de ouro na Olimpíada de Londres.

Leia tudo sobre: dale oennataçãolondres 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG