Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lesão no olho pode tirar Tony Parker das Olimpíadas

Armador da seleção francesa de basquete foi atingido por uma garrafa de vidro durante uma briga entre rappers

Agência Estado | - Atualizada às

Agência Estado

O armador Tony Parker pode ficar de fora dos Jogos Olímpicos de Londres por conta de uma lesão no olho. O jogador do San Antonio Spurs foi ferido durante uma briga entre o cantor Chris Brown e membros da equipe do rapper Drake, em uma boate em Nova York, no dia 15 de junho. O francês não tinha nada a ver com a confusão, mas acabou sendo atingido por uma garrafa de vidro.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Getty Images
Tony Parker: armador é o principal destaque da seleção francesa

"Estou me consultando com um especialista em Nova York com a esperança de ser liberado para jogar na Olimpíada. O Spurs ficou muito chateado", declarou Parker. "Tudo pode acontecer, incluindo eu ficar de fora das Olimpíadas. A decisão não está comigo. Está nas mãos do médico e do San Antonio", completou.

Leia mais sobre basquete no blog do Fábio Sormani

O armador teve a córnea arranhada pelo caco de vidro e precisou passar por uma cirurgia para remover um caco que "penetrou 99%" de seu olho esquerdo. "Quase perdi meu olho", comentou o francês, que não se juntou ao resto da seleção na última quarta-feira e visitará um especialista em Nova York quando for liberado para fazer longas viagens, depois do dia 5 de julho.

Veja também: Lesionado, Ricky Rubio confia em ouro da Espanha em Londres

Parker comentou que teve alucinações por causa da lesão e não pôde deixar o quarto do hotel por oito dias, com risco de infecção. Ele ainda precisa passar produtos no olho a cada duas horas. "O medo tomou conta. Um olho é muito frágil, eu não conseguia acreditar. Mas esta é a vida, eu estava no lugar errado na hora errada", apontou.

E mais: “Não vai ser fácil meter bola contra a gente”, avisa Tiago Splitter

Apesar de lamentar, o jogador comemorou o fato de não ter sua carreira em risco. "Eu não tive sorte, mas acabei me saindo bem deste azar. Poderia ter sido pior. O resto da minha carreira não está em risco. Só preciso esperar a lesão ser curada", disse o armador, líder da equipe francesa, que é uma das favoritas para os Jogos Olímpicos de Londres.

Leia tudo sobre: tony parkerbasquetefrançalondres 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG