Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Rodrigo Pessoa será o porta-bandeira do Brasil na abertura dos Jogos de Londres

Cavaleiro brasileiro, que disputará as Olimpíadas pela sexta vez, foi medalha de ouro em Atenas 2004

iG São Paulo | - Atualizada às

O COB (Comitê Olímpico Brasileiro) anunciou nesta sexta-feira que o cavaleiro Rodrigo Pessoa será o porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, marcada para o próximo dia 27. Pessoa, que foi campeão olímpico no hipismo, modalidade saltos, nas Olimpíadas de Atenas 2004, disputará os Jogos pela sexta vez.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

AE
O cavaleiro Rodrigo Pessoa disputará sua sexta edição de Jogos Olímpicos em Londres

“Este é um momento muito especial na minha carreira. Recebi a notícia com muita emoção. Foi uma surpresa bastante agradável. Disputar os Jogos Olímpicos é o sonho de qualquer atleta e estar à frente da delegação na Cerimônia de Abertura é um momento de muita honra. Depois de três medalhas olímpicas e chegando à minha sexta participação em Jogos, carregar a bandeira do país coroa a minha história olímpica", disse Pessoa, em Aachen, na Alemanha, onde compete no último Grand Prix antes da convocação oficial da equipe de saltos, marcada para a próxima segunda-feira.

Veja também: Brasil investirá R$ 50 milhões para promover Rio 2016 em Londres

Nascido em Paris e filho de Nelson Pessoa, considerado como um dos melhores cavaleiros em todos os tempos, Rodrigo Pessoa disputou sua primeira edição de Jogos Olímpicos em Barcelona 1992, quando tinha apenas 19 anos. Além da medalha de ouro individual, ele ganhou também outras duas medalhas de bronze por equipe, obtidas em Atlanta 1996 e Sydney 2000.

Blog Espírito Olímpico: Internauta do iG esperava ver Maurren Maggi ou Cesar Cielo como porta-bandeira do Brasil em Londres

Confira quais foram todos os porta-bandeiras do Brasil na história dos Jogos Olímpicos:

Antuérpia 1920 - Afrânio Antônio da Costa (Tiro Esportivo)
Paris 1924 - Alfredo Gomes (Atletismo)
Los Angeles 1932 - Antonio Pereira Lira (Atletismo)
Berlim 1936 - Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo)
Londres 1948 - Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo)
Helsinque 1952 - Mario Jorge da Fonseca Hermes (Basquete)
Melbourne 1956 - Wilson Bombarda (Basquete)
Roma 1960 - Adhemar Ferreira da Silva (Atletismo)
Tóquio 1964 - Wlamir Marques (Basquete)
Cidade do México 1968 - João Gonçalves Filho (Polo aquático)
Munique 1972 - Luiz Cláudio Menon (Basquete)
Montreal 1976 - João Carlos de Oliveira (Atletismo)
Moscou 1980 - João Carlos de Oliveira (Atletismo)
Los Angeles 1984 - Eduardo Souza Ramos (Vela)
Seul 1988 - Walter Carmona (Judô)
Barcelona 1992 - Aurélio Miguel (Judô)
Atlanta 1996 - Joaquim Cruz (Atletismo)
Sydney 2000 - Sandra Pires (Vôlei de praia)
Atenas 2004 - Torben Grael (Vela)
Pequim 2008 - Robert Scheidt (Vela)


Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG