Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Em primeira coletiva, Lucas elogia Ney Franco, NBA e Sharapova

Meia gostaria de tietar a tenista e afirmou que, mesmo com interesse da Europa, está feliz no São Paulo

Pedro Carvalho - enviado iG ao Rio de Janeiro |

Pedro Carvalho/iG
Lucas e Hulk participaram de primeira entrevista coletiva da seleção olímpica de futebol masculino

Lucas e Hulk deram a primeira entrevista coletiva da seleção olímpica após o início da concentração do grupo, que está reunido no Rio de Janeiro. O meia do São Paulo falou sobre a possibilidade de ficar no banco na estreia, o interesse da Inter de Milão em contratá-lo, a relação com o técnico Ney Franco (que irá comandá-lo após a volta de Londres) e até tietagem – nada bobo, o craque gostaria de encontrar a tenista Maria Sharapova nos Jogos Olímpicos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A respeito de ficar na reserva, situação que se tornou provável após as boas atuações de Oscar nos últimos amistosos da equipe, Lucas mostrou disposição para, se necessário, brigar pela titularidade. “Ninguém tem posição garantida. Todo mundo que está aqui tem qualidade pra ser titular, e eu vou buscar meu espaço. Vou fazer minha parte, e aí vai depender do treinador”, disse o meia.

Leia mais: Para André, Brasil é ‘zebra’ no futebol masculino

“Qualquer posição que o professor precisar de mim, eu estou à disposição. Pode ser um pouco caído pela direta, pela esquerda, mais centralizado... Vou entrar e mostrar que mereço uma vaga”, afirmou.

Veja também: Nas casas de apostas, Brasil e Espanha são os mais cotados para decisão

Outro assunto abordado na entrevista foi o suposto interesse da Inter de Milãoem contratá-lo. Adiretoria são-paulina chegou a classificar uma suposta oferta de R$ 25 milhões como “ridícula”. Lucas, como esperado, desconversou. “De concreto não tem nada. Só tem especulação, interesse. Fico feliz porque é um grande clube, mas procuro ficar fora [de assuntos de contratação]. Meu contrato é com o São Paulo, e eu estou feliz lá. Sobre o valor, quem define é o clube, não o jogador”, disse.

Sabe tudo sobre os medalhistas olímpicos brasileiros? Faça um quiz sobre o tema!

O jogador também fez questão de elogiar a relação que tem com Ney Franco, novo técnico do São Paulo, com quem trabalhou nas categorias de base da seleção. “Devo bastante ao Ney Franco. O Sul-Americano Sub 20 foi a melhor fase da minha carreira. Foi um momento único, e ele me ajudou bastante ali”, afirmou o meia são-paulino.

Acompanhe muito mais sobre esportes olímpicos no blog Espírito Olímpico

No momento mais descontraído da conversa, Lucas também falou sobre quais esportes e atletas gostaria de ver em Londres, caso tivesse tempo. “Se desse, gostaria de assistir ao basquete. Sou fã da NBA, assisto sempre”, contou o jogador. “E uma personalidade que queria encontrar lá seria a tenista, a Sharapova”, disse Lucas, tirando risos dos repórteres.

A seleção fez exames médicos nesta terça-feira cedo, e na tarde de quarta fará o primeiro treino com Mano Menezes. “A ansiedade está grande. Jogador não gosta de fazer exame, ficar correndo. Quer botar a chuteira e ir pro campo”, disse Lucas. O time fica concentrado até segunda-feira (16), quando parte para Londres.

Leia tudo sobre: Londres 2012futebolLucasBrasilHulkselecao brasileiramaria sharapovarussiatenisnbabasqueteestados unidoseua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG