Sobram ingressos para os jogos da seleção brasileira nas Olimpíadas

Para Mano Menezes, futebol está um pouco fora do contexto olímpico e até “não é visto com simpatia” por alguns atletas

Pedro Carvalho - enviado iG ao Rio de Janeiro | - Atualizada às

A pouco mais de uma semana da estreia da seleção brasileira nas Olimpíadas de Londres , ainda existem ingressos para todos os jogos que a equipe deve fazer no torneio. Mesmo as entradas mais baratas, de 20 libras (cerca de R$ 65), para as disputas da primeira fase, continuam disponíveis. As mais caras, para ver a semifinal em lugares privilegiados do estádio Old Trafford, em Manchester, chegam a 125 libras (R$ 400) – e também não se esgotaram.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

As entradas para os Jogos Olímpicos começaram a ser vendidas em 15 de março do ano passado, 500 dias antes do início dos jogos. A meta era comercializar, ao todo, 6,6 milhões de entradas. No futebol masculino, os únicos jogos com entradas esgotadas, por enquanto, são algumas disputas da anfitriã Grã-Bretanha. Mesmo em esportes com mais apelo em Olímpiadas, como algumas finais do atletismo, ainda há cadeiras vagas.

VEJA: Seleção brasileira embarca para Londres confiante na conquista de ouro inédito

Getty Images
Possível cenário para os jogos da seleção

A seleção brasileira jogará em vários estádios e cidades do Reino Unido. Na primeira fase, encara o Egito na cidade de Cardiff, que fica no País de Gales. Depois vai ao tradicionalíssimo Old Trafford, em Manchester, encarar a Bielorrússia. Também se apresentará no St James Park, em Newcastle, quando enfrenta a Nova Zelândia. Caso se classifique em primeiro do grupo, o Brasil só jogará em Londres – no estádio Wembley – na final do torneio, para a qual também há ingressos.

MAIS: Mano confirma time titular para amistoso contra a Grã-Bretanha

“Vejo o futebol um pouco fora do contexto olímpico, do sentimento [olímpico] em si”, admite o técnico Mano Menezes. “Não à toa, ele é tratado diferente, é colocado em várias cidades, porque tem uma vida diferente das outras modalidades. Às vezes não é visto com simpatia pelos outros atletas, porque é muito grande”, explica o treinador da seleção.

LEIA: Mano brinca com assédio feminino sobre Neymar: "Ele nem é tudo isso"

Antes de iniciar a caminhada rumo ao ouro inédito, a seleção faz um amistoso contra a Grã-Bretanha, em Middlesbrough, na sexta-feira (20), mas o evento não faz parte do calendário olímpico, nem tem ingressos vendidos pelo Comitê Olímpico Internacional.

CONFIRA O CALENDÁRIO COMPLETO DOS JOGOS OLÍMPICOS DE LONDRES

A Grã-Bretanha nunca teve tradição no futebol olímpico, pelo menos após o período pós-guerra. Ao contrário das Copas do Mundo, nos Jogos Olímpicos atletas ingleses, escoceses, galeses e irlandeses – muitas vezes rivais em assuntos como política e religião – jogam juntos no time britânico. Isso minou o interesse do povo na competição.

CONFIRA:  Seleção esvazia times, e Inter e Santos tentam amenizar desfalques

Nos Jogos de 2012, espera-se que os estádios estejam cheios para as partidas da Grã-Bretanha. De fato, os confrontos da primeira fase já têm todos os ingressos comprados. Mas, desconfiados, os ingleses esgotaram também as entradas para a partida das quartas-de-final do segundo colocado do grupo A – ou seja, estão apostando que a seleção nacional ficará atrás do Uruguai.

Leia tudo sobre: FutebolMano MenezesBrasilLondres 2012Seleção Brasileira

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG