Com receio da chuva, atletismo liga alerta após reviravolta no clima de Londres

Indefinição no clima da capital inglesa faz a seleção não saber o que esperar nas Olimpíadas

Marcelo Laguna e Rodrigo Farah - enviados iG a Londres |

Divulgação
Rosângela Santos está torcendo para que não chova em Londres

O clima na cidade de Londres sofreu uma reviravolta nos últimos dias. Depois das chuvas na semana passada, o sol voltou a aparecer e deixou dúvidas em relação ao tempo durante as Olimpíadas. De acordo com a equipe de atletismo do Brasil, isso atrapalha a preparação final, principalmente se chover durante as provas da modalidade.

Revezamento aposta em vaidade de Bolt e outros astros para ganhar o ouro

“Nós preferimos calor, é claro. Mas na verdade pode até fazer frio, desde que não chova. Se chover é muito pior. Atrapalha desde a passagem do bastão até a colocação da fita no chão, muda tudo. Mas já estamos nos precavendo para não ficarmos desprevenidas na hora da corrida”, ressaltou a velocista Rosângela Santos.

Até a semana passada, Londres foi atingida por várias pancadas de chuvas. E apesar de o céu abrir nos últimos dias, a previsão dá conta que o mau tempo voltará a aparecer durante os Jogos.

Veja também:  Atleta grega é expulsa das Olimpíadas após comentário racista

A equipe verde-amarela não conseguiu realizar treinos recentes debaixo da chuva, o que gera certa preocupação entre os atletas. Ainda assim, pode ser arriscado treinar no molhado muito em cima da competição.

“O clima influencia bastante a prova, mas também pode atrapalhar treinar perto da corrida com clima ruim, pois você pode ficar doente ou gastar muito suas energias antes da prova. Até agora só pegamos sol, então está bom para nós”, argumentou Sandro Viana, dos 200 m rasos e do revezamento 4 x 100 m.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG