Seleção leva gol ‘brasileiro’, mas vira sobre Belarus em dia de Neymar decisivo

Atacante marcou um gol e deu passes para outros dois, na vitória que garantiu a classificação às quartas de final

Pedro Carvalho - enviado iG a Londres | - Atualizada às

Quatro brasileiros marcaram, e a seleção comandada por Mano Menezes venceu Belarus por 3 a 1 na segunda rodada do futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 . O único gol sofrido pelo Brasil foi marcado por Renan Bressan, que se naturalizou para jogar por Belarus. Depois de sair atrás, o time virou em três jogadas de Neymar. Com a vitória, o Brasil já está garantido nas quartas de final, e um empate contra a Nova Zelândia na quarta-feira dá à seleção o primeiro lugar no grupo.

Após começo arrasador no sábado, Brasil não tem chance de medalha neste domingo

O atacante do Santos cruzou a bola para o primeiro gol do Brasil, marcado por Pato de cabeça no primeiro tempo. Na etapa final, virou o jogo em uma cobrança de falta perfeita e deu um passe maravilhoso, de calcanhar, para Oscar fechar o placar. Assim, Neymar atendeu às cobranças de Mano, que na véspera do jogo admitiu que o atacante não estava rendendo o esperado .

No início, a seleção brasileira até conseguiu controlar a bola. O time dirigido por Mano Menezes trocou passes nos minutos iniciais, mas esbarrou na forte marcação de Belarus, que recuou demais a linha de marcação.

E quando o Brasil ainda tentava encontrar espaços na defesa adversária, sofreu o primeiro gol. Aos 7min do primeiro tempo, Kozlov cruzou da direita para Renan Bressan, que apareceu com liberdade na área e completou de cabeça para as redes, no canto esquerdo baixo do goleiro Neto.

México derrota o Gabão e assume a liderança do grupo B no futebol masculino

Renan Bressan, curiosamente, nasceu no Brasil e se naturalizou para defender Belarus. Ele é um dos jogadores com mais de 23 anos na lista de atletas da equipe europeia para os Jogos Olímpicos.

Se o Brasil já tinha dificuldades para encontrar espaços no início, o gol tornou as coisas ainda mais conturbadas. O time canarinho se espalhou em campo, ficou bagunçado e perdeu totalmente a lucidez no primeiro tempo. A exceção era Oscar, que chegou a buscar a bola no campo de defesa para tentar aparecer no jogo.

O gol de empate, porém, saiu dos pés de Neymar. Apagado no jogo, o atacante participou dos lances mais agudos do Brasil. Aos 14min da etapa inicial, por exemplo, cruzou da esquerda para Alexandre Pato, que igualou o marcador de cabeça.

Pelo grupo do Brasil, Egito e Nova Zelândia empatam por 1 a 1 e se complicam

Neymar tentou uma série de jogadas individuais no restante do jogo, mas não conseguiu levar a melhor sobre os marcadores. E se estava difícil com a bola rolando, ele brilhou apenas quando ela parou. Aos 20min do segundo tempo, o camisa 11 cobrou falta com perfeição da meia direita e colocou o Brasil em vantagem.

Seleção feminina vence Nova Zelândia no sufoco e também fica perto da classificação

Na frente, o Brasil retomou o ritmo do início do jogo. O time canarinho passou a trocar passes lateralmente, de forma cadenciada, sem ameaçar a defesa de Belarus.

Os europeus, por outro lado, não mostraram qualquer condição técnica de marcar mais uma vez. Após o gol de Bressan, Belarus até levou a bola ao campo de ataque. Contudo, não transformou isso em oportunidades claras.

O marasmo do segundo tempo só foi rompido por uma jogada individual de Neymar. O atacante conduziu a bola pela esquerda, atravessou a defesa de Belarus em direção ao meio e tocou de calcanhar para Oscar, que invadiu a área com liberdade e tocou na saída do goleiro.

FICHA TÉCNICA - BRASIL 3 X 1 BELARUS

Local : Estádio Old Trafford, em Manchester, Inglaterra
Data : 29 de julho de 2012, domingo
Horário : 11 horas (de Brasília)
Árbibtro: Yuichi Nishimura (JAP)
Assistentes : Slim Jedidi (TUN) e Osiris Guzman (DOM)
Cartões amarelos : Kozlov (BLR)
Gols :
BIELO - RÚSSIA : Bressan, aos 7 do 1 Tempo
BRASIL : Alexandre Pato, aos 14 do 1 Tempo; Neymar, aos 20, e Oscar, aos 47 do 2 Tempo

BRASIL : Neto; Rafael, Thiago Silva, Juan e Marcelo (Danilo); Sandro (Ganso), Rômulo e Oscar; Neymar, Hulk e Pato (Lucas)
Técnico : Mano Menezes

BIELO - RÚSSIA : Gutor; Kuzmenok, Politevich, Kozlov (Gavrilovich) e Polyakov; Dragun, Baga, Bardini Bressan, Aleksievich (Voronkov) e Gordeichuk; Kornilenko (Zubovich)
Técnico : Georgy Kondratyev

Leia tudo sobre: BrasilNeymarFutebolLondres 2012Belarus

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG