Equipe da China conquista o bi olímpico na ginástica em final polêmica

Seleção masculina mantém domínio e vence de novo; Japão contesta resultado e de quinto colocado termina com a prata

iG São Paulo | - Atualizada às

Depois de ir mal na qualificatória, no sábado, a equipe masculina de ginástica artística da China se recuperou e conquistou o bicampeonato olímpico, nesta segunda-feira. A final foi marcada por uma polêmica. Depois de a organização anunciar o resultado com China, Grã-Bretanha e Ucrânia nas primeiras colocações, o Japão contestou uma nota, e "roubou" a prata dos ucranianos, fazendo os donos da casa caírem uma posição.

Leia também: Judoca Rafaela Silva bate boca com seguidores no Twitter

Os chineses somaram 275.997 pontos na apresentação dos seus ginastas nos seis aparelhos (solo, salto, barra fixa, barras simétricas, cavalo com alças e argolas). O Japão tinha terminado em quinto lugar, mas reclamou da última nota do ginasta Kohei Uchimura no cavalo com alças. Os juízes revisaram a nota, passando de 13.466 para 14.166. Os pontos serviram para os japoneses ficarem com a prata, ao somar 271.952, contra 271.711 da Grã-Bretanha, que não alcançava uma final olímpica havia 88 anos. Os ucranianos, que chegaram a comemorar o bronze, terminaram em quarto lugar, com  271.526 pontos.

Confira o quadro de medalhas das Olimpíadas

A mudança no placar gerou uma vaia generalizada do público que lotou o North Greenwich Arena. Outra decepção foi protagonizada pelos Estados Unidos, que haviam terminado a qualificatória na liderança, tiveram falhas na final e terminaram na quinta colocação, com 269.952 pontos.

Os destaques da equipe chinesa na final foram Zou Kai, primeiro colocado no solo e na barra fixa, Zhe Feng, líder nas barras simétricas, e Chen Yibing, segundo melhor das argolas.

Confira imagens da final por equipes da ginástica artística masculina:

Leia tudo sobre: Ginástica ArtísticaLondres 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG