Fabiana Beltrame desabafa após fracasso no remo: “Trabalho foi por água abaixo”

Em prantos, Fabiana Beltrame diz que esperava ter ido mais longe em Londres ao lado da companheira Luana Bartholo

iG São Paulo | - Atualizada às

O remo brasileiro não viajou para Londres sonhando com uma medalha, mas também não esperava lutar apenas pela 13ª colocação. Após as provas desta terça-feira, que tiraram as chances de um resultado melhor em Londres, Fabiana Beltrame chorou durante entrevista concedida à imprensa.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

COB
Fabiana Beltrame e Luana Bartholo não foram bem em Londres

Campeã mundial no ano passado, a atleta foi obrigada a mudar de categoria e formou uma parceria para ter condições de ir às Olimpíadas. Ao lado de Luano Bartholo, entretanto, participará da final C - do 13º ao 18º lugar - no double skiff light.

Leia mais: Nocetti e Kissya vão mal, e Brasil se despede da briga pelo pódio no remo

“Nós tínhamos traçado um objetivo que era ficarmos entre as 12 primeiras e chegar à semifinal. O trabalho todo foi por água abaixo e agora é tirar proveito disso e constatar que ainda estamos muito aquém das grandes potências", lamentou a remadora, que esteve presente em outras duas edições nos Jogos e conseguiu como o melhor resultado a 14ª posição em Atenas (2004).

Veja mais: Fabiana Beltrame e Luana Bartholo estão fora da luta por medalhas no remo

Um dos obstáculos nas Olimpíadas foi a falta de entrosamento entre Fabiana e Luana, primordial na modalidade. Formada em fevereiro, a dupla não progrediu conforme o esperado pela campeã mundial. "Evoluímos bastante até o Pré-Olímpico, mas depois estagnamos", acrescenta Fabiana.

Confira ainda: Coadjuvantes, brasileiros do remo vão ‘assistir’ festa dos britânicos

Na mesma situação que as compatriotas em Londres, Kissya Cataldo não creditou o fracasso à estreia em Olimpíadas ou até à tradicional falta de apoio ao remo no Brasil. Emocionada, faz planos para se redimir daqui a quatro anos. “Realmente foi frustrante trabalhar tanto e não conseguir o objetivo. Mas agora é trabalhar e já focar no Rio 2016”.

Leia tudo sobre: Fabiana BeltrameKissya CataldoLuana BartholoremoBrasilLondres 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG