Com outro ippon, Tiago Camilo avança às quartas e agora pega 'freguês'

Brasileiro, que luta na categoria médio, bate o italiano Roberto Meloni com outro golpe vencedor e encara rival do Uzbequistão

Rodrigo Farah - enviado ig a Londres | - Atualizada às

Com outro ippon, o brasileiro Tiago Camilo passou por mais uma luta e está nas quartas-de-final dos Jogos Olímpicos de Londres . Na manhã desta quarta-feira, o médio bateu o italiano Roberto Meloni com a pontuação vencedora e vai enfrentar Dilshod Choriev, do Uzbequistão, contra quem já venceu por três vezes e não perdeu em nenhum oportunidade. Na pior das hipóteses, Camilo já assegura a disputa do bronze na repescagem.

Veja fotos de Tiago Camilo e Maria Portela em ação:


Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Assim como na primeira luta, o paulista procurou agarrar as mangas e a gola do adversário. Sem arriscar muito, levou uma punição logo no começo. Aos poucos ele foi se soltando e jogou o italiano de seoi-nague na metada do combate, mostrando muita técnica. A um minuto do fim da luta, acertou a pegada e conseguiu outro ippon na trajetória em Londres, com um osotogari ao usar bem novamente a perna direita.

Leia mais: Em duelo de medalhistas, Tiago Camilo vence a primeira. Portela está eliminada

Para entrar de vez no caminho das medalhas, ele encontrará um velho conhecido: o uzbeque Dilshod Choriev. Os números mostram uma vantagem para o médio, que bateu o rival nos três duelos que fizeram. Foi o segundo triunfo do brasileiro por ippon nas Olimpíadas. Porta-bandeira do Ucrânia e duas vezes medalhista olímpico, o ucraniano Roman Gontiuk não escapou da derrota pelo ponto vencedor.

Confira ainda: Polícia vai investigar racismo contra Rafaela Silva no Twitter

Em Londres, Camilo busca um feito histórico para o Brasil: se tornar o primeiro judoca do país a subir três vezes ao pódio. Leandro Guilheiro perdeu a oportunidade na terça-feira, ao ser derrotado por duas vezes seguidas - nas quartas-de-final e na repescagem. Além disso, Camilo pode se consagrar como o primeiro judoca a ganhar uma medalha em três categorias distintas.

Veja ainda: Caseira, Sarah Menezes foge de agitação e diz que não quer namorado

Mais cedo, Maria Portela não teve muito tempo para sonhar com algo grande, já que não aguentou lutar contra a colombiana Yuri Alvear por mais de dois minutos e foi eliminada na primeira luta.

Leia tudo sobre: Tiago Camilojudôbrasillondres 2012maria portela

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG