Lara e Nayara batem na trave de novo e ficam fora da final do nado sincronizado

Brasileiras ficaram decepcionadas com a nota, mas afirmar que 'deixaram a alma na piscina'

Aretha Martins - iG São Paulo |

Mais uma vez, Lara Teixeira e Nayara Figueira ficaram fora da final olímpica. Depois de terem batido na trave em Pequim 2008, o dueto recebeu 87.000 na rotina livre e se despede de Londres mais uma vez com a 13ª colocação geral. As 12 melhores vão para a disputa de medalhas. 

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Brasileiras Lara e Nayara se apresentaram com uma música de Arnaldo Antunes. Foto: Divulgação/AgifLogo após entrada na água, brasileiras já fizeram elementos difíceis na rotina livre. Foto: Divulgação/AgifLara e Nayara são as primeiras a usarem toucas em competições de dueto. Foto: Divulgação/AgifDetalhe das pernas das brasileiras no segundo dia de nado sincronizado nas Olimpíadas de Londres. Foto: Divulgação/AgifRussas Natalia Ishchenko e Svetlana Romashina lideram na rotina técnica e também dominaram na rotina livre. Foto: APRussas também usaram saltos na sua apresentação desta segunda-feira. Foto: Getty ImagesPés das russas na rotina livre. País já soma seis medalhas de ouro em Olimpíadas. Foto: APBritânicas Olivia Federica e Jenna Randall são vistas debaixo da água em Londres. Foto: Getty ImagesBelo desenho do dueto da Espanha, um dos candidatos ao pódio nas Olimpíadas. Foto: Getty ImagesEspanholas se apresentaram ao som de tango. Foto: Getty Images


Nesta segunda-feira, elas foram o primeiro dueto a usar touca na competição e se apresentaram com o tema "O Corpo", ao som de Arnaldo Antunes. Apesar de ter arrancado aplausos, Lara e Nayara acabaram ultrapassadas por rivais diretas, como os Estados Unidos, deram adeus às Olimpíadas. 

"Nadamos super bem e saimos da água muito satisfeitas com a nossa performance. As notas não foram o que nós esperávamos mesmo. Ficamos chateadas com isso, pois sempre que vemos melhora no trabalho, imaginamos que a nota será maior, mas não foi o que aconteceu, principalmente na rotina livre. Mas isso, está fora do nosso controle. Tudo o que podíamos fazer, nós fizemos não só na competição, mas durante todo o trajeto até aqui", disse Nayara em entrevista exclusiva ao iG. "Deixamos a alma na piscina", completou. 

A eliminação do dueto surpreendeu. No primeiro dia, na rotina técnica, Lara e Nayara se apresentaram com uma ópera rock e ficaram com a nota 87.100, com a 12ª colocação na tabela. O desempenho encantou até a rede de TV britânica BBC, que as incluiu em um clipe de destaques do dia. Ainda assim, a nota da rotina livre não foi a esperada e o Brasil ficou, de novo, fora da final. 

Infográfico: Conheça movimentos e veja números do nado sincronizado

Até agora, só as gêmeas Isabela e Carolina Figueiredo chegaram à final olímpica. Elas competiram em Sydney 2000 e em Atenas 2004 e, nas duas edições, terminaram na 12ª colocação, melhor posição do Brasil em duetos. 

Quem segue como favorito a vencer em Londres é o dueto russo, formado por Natalia Ishchenko e Svetlana Romashina. Depois de liderar na rotina técnica, elas ficaram com 98.600 na rotina livre e avançaram mais uma vez na primeira colocação. A Rússia já soma seis medalhas de ouro nas Olimpíadas.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG