Homem com doença de Parkinson é preso por não 'estar sorrindo' em arena olímpica

Ex-soldado, Mark Worsfold estava assistindo a prova de ciclismo de estrada quando foi preso por policiais pelo jeito de se vestir e proximidade da pista

iG São Paulo | - Atualizada às

Por engano, um cidadão britânico com doença de Parkinson foi preso nesta quarta-feira durante a prova de ciclismo de estrada, durante os Jogos Olímpicos de Londres. Soldado aposentado e professor de artes marciais, Mark Worsfold acendeu o sinal de alerta dos policiais sem adotar nenhuma atitude intempestiva.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Ele estava próximo a um grupo pequeno de protestantes e, baseado na sua forma de agir, no seu jeito de se vestir e na proximidade da pista que estava sendo realizada a prova, os policiais fizeram uma prisão preventiva para evitar um possível problema", disse, por meio de um comunicado, a polícia.

Leia mais: Após medalha, Adriana Araújo se vê longe do MMA e pensa no boxe profissional

Os responsáveis pela segurança justificaram a prisão, com direito ao uso de algemas, de várias maneiras. Citaram a elitização do esporte e o fato de terem muitas pessoas acompanhando o evento. Worsfold só foi liberado depois de duas horas, e adiantou que espera desculpas formais da polícia por meio de uma carta.

Confira ainda: Hipismo do Brasil passa em branco pela 2ª vez consecutiva em Jogos Olímpicos

Segundo o britânico, as forças de segurança se incomodaram porque ele não esboçou uma reação de felicidade. “Isso poderia ter sido levado de uma forma melhor. Eu fui preso por não estar sorrindo. Eu tenho Parkinson", revoltou-se Worsfold.

Leia tudo sobre: Mark Worsfoldciclismolondres 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG