Thiago Silva usa medalha de bronze de Pequim para motivar jogadores

“Nada brilha mais que ouro e vamos atrás dele”, disse capitão, que tem derrota olímpica entalada há quatro anos

Pedro Carvalho - enviado iG a Manchester |

Pedro Carvalho/iG
Capitão da seleção olímpica, Thiago Silva usa bronze de Pequim 2008 para incentivar colegas

O capitão Thiago Silva tem usado a medalha de bronze que conquistou nas últimas Olimpíadas, em Pequim, para motivar os jogadores da seleção brasileira antes dos jogos decisivo da equipe. O zagueiro mostrou o objeto aos colegas antes dos jogos contra Honduras e Coreia do Sul, para deixar claro que, em Londres 2012, não se contentará com nada menos do que o ouro.

Mesmo com um jogo a mais, Neymar marcou metade dos gols de Damião

Deu certo. O Brasil fez boas apresentações e venceu os adversários. Na saída do estádio, após a semifinal desta terça-feira, Thiago Silva ainda tinha nas mãos a “amarga” medalha recebida quatro anos atrás. “Agora, medalha de prata é pouco, eu quero sempre mais. O Carlinhos Neves (preparador físico da seleção) disse antes do jogo que nada brilha mais que o ouro, e a gente vai atrás dele”, afirmou o zagueiro.

Mano não vê risco de euforia atrapalhar a seleção brasileira em Londres

No último treino antes da partida, o capitão já havia mencionado a derrota na semifinal de Pequim e o fato de que uma conquista olímpica é algo que traz entalado na garganta. “Naquela vez, perdemos para a Argentina. Esperei quatro anos para estar aqui e posso dizer que é meu jogo mais importante com a camisa da seleção”, disse, sobre a partida contra a Coreia.

Astro mexicano sente lesão e pode ser desfalque na final contra o Brasil

Agora, Thiago Silva e a seleção estão a um passo da última conquista que falta ao futebol brasileiro. O Brasil irá buscar o ouro inédito contra o México no sábado, às 11h (de Brasília), em Wembley.

Leandro Damião abre o braço para celebrar o terceiro gol do Brasil. Foto: AFPO estádio do Manchester United recebeu bom público. Foto: AFPJogadore do Brasil celebram o gol marcado no primeiro tempo. Foto: AFPOscar disputa bola com o goleiro coreano. Foto: AFPRômulo comemora o primeiro gol da partida . Foto: APHwang Seok-ho marca o atacante Neymar. Foto: APOscar tenta passar pela marcação de Kim Bok. Foto: AFPLance de perigo na área do Brasil. Foto: AFPRafael e Kim Hyun disputam bola pelo alto . Foto: APMarin, presidente da CBF, viu o jogo com Blater, presidente da Fifa. Foto: AFP


Leia tudo sobre: londres 2012futebolbrasilthiago silva

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG