Brasil garante maior número de medalhas na história e busca recorde de ouros

Classificação do vôlei masculino à decisão garantiu 16ª conquista em Londres 2012, superando as 15 medalhas de Atlanta 1996 e Pequim 2008

iG São Paulo |

A classificação da seleção de vôlei masculino para a final nos Jogos de Londres 2012 fez história para o Brasil em Olimpíadas. Embora tenha passado por algumas decepções nas competições das últimas semanas na capital britânica, o país já garantiu seu maior número de medalhas na história da era moderna dos Jogos, 16, superando as 15 de 1996 e 2008.

A campanha brasileira em Londres 2012 é a melhor da história? Deixe seu comentário

Com a primeira meta alcançada, resta a tentativa de igualar (ou até superar) o maior número de medalhas de ouro obtidas pelo país em uma edição das Olimpíadas: cinco, nos Jogos de Atenas 2004. Para isso, o Brasil precisa chegar ao topo do pódio pelo menos mais três vezes até domingo. Um objetivo ousado, mas bastante possível pelo que as modalidades coletivas mostraram ao longo de suas campanhas.

Veja quem foram os medalhistas do Brasil em Londres até agora:

Aos 28 anos, Yane conquistou a última medalha do Brasil nas Olimpíadas de Londres. Foto: ReutersYamaguchi Falcão homenageia pai Touro Moreno pelo bronze em Londres. Foto: ReutersEsquiva Falcão recebe a medalha de prata, inédita para o boxe brasileiro. Foto: APApós início ruim, seleção feminina de vôlei reagiu e conquistou o bicampeonato. Foto: ReutersVôlei masculino do Brasil venceu os dois primeiros sets contra a Rússia, mas tomou virada e ficou com a prata. Foto: Getty ImagesNeymar, Hulk e Oscar durante a cerimônia de entrega da amarga medalha de prata do futebol. Foto: Getty ImagesAlison e Emanuel ficaram com a prata ao perder para dupla alemã na final do vôlei de praia. Foto: APLarissa e Juliana exibem a medalha de bronze. Foto: ReutersAdriana Araújo (dir.) recebe a primeira medalha do Brasil no boxe feminino. Foto: ReutersZanetti beija medalha de ouro em Londres, a primeira da história da ginástica. Foto: APRobert Scheidt e Bruno Prada. Foto: ReutersCesar Cielo não conseguiu repetir o título de Pequim 2008 e ficou com o bronze nos 50 m livre. Foto: Getty ImagesRafael Silva ignorou o cansaço e derrotou rival sul-coreano no golden score. Foto: Marcio Rodrigues/Fotocom.NetMayra Aguiar sorri ao mostrar a medalha de bronze conquistada nesta quinta-feira. Foto: Marcio Rodrigues/Fotocom.NetFelipe Kitadai garantiu bronze logo no primeiro dia. Foto: Marcio Rodrigues/Fotocom.NetThiago Pereira comemora com a medalha de prata conquistada nos 400 m medley. Foto: APSarah Menezes exibe sua medalha de ouro tendo a Tower Bridge como fundo, em Londres, um dia após a conquista. Foto: Fotocom

Das 16 medalhas garantidas, onze já estão definidas: dois ouros, duas pratas e sete bronzes. No futebol, vôlei masculino, vôlei feminino e boxe com Esquiva Falcão, o país já está na final e ficará com o ouro ou a prata. Ainda nesta sexta, Yamaguchi Falcão luta sua semifinal no boxe e pode também ir para a final ou, em caso de derrota, fica com o bronze.

Confira a posição do Brasil e de todos os países no quadro de medalhas de Londres

Além disso, restam mais três esperanças para o país de ampliar o recorde do total de medalhas. Neste sábado, a ex-campeã do mundo Natalia Falavigna, bronze em Pequim, tenta sua segunda medalha no taekwondo. Já no domingo, Marilson Gomes dos Santos representa o Brasil na maratona masculina e Yane Marques no pentatlo feminino.

Leia tudo sobre: londres 2012brasilvôleijudônataçãofutebolboxeginástica artística

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG