Brasil bate recorde de medalhas, mas sai de Londres com poucos ouros. Veja fotos

País fechou a campanha na capital britânica com 17 medalhas e apenas 3 ouros, abaixo de Atenas

iG São Paulo | - Atualizada às

A delegação brasileira encerrou a campanha nos Jogos Olímpicos de Londres com um recorde de medalhas, mas ficou devendo no quesito ouros. Foram 17 comendas no total, duas a mais do que Atlanta (1996) e Pequim (2008), mas o país foi mal em esportes que o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) contava com medalhas certas.

Gostou do desempenho do Brasil em Londres? Deixe o seu recado

No fim, o balançou acabou acima do previsto pela entidade em função das gratas surpresas: o trio do boxe (Adriana Araújo, Yamaguchi Falcão e Esquiva Falcão), o ginasta Arthur Zanetti e a pentatleta Yane Marques. As três modalidades foram as novidades no quadro de medalhas em comparação às Olimpíadas da China. A ginástica artística e o pentatlo encerram um tabu de nunca ter subido ao pódio. O boxe bateu outra marca incômoda, de ganhar uma medalha depois de 44 anos. 

Leia mais: Último dia olímpico tem bronze de Yane Marques e prata do vôlei masculino

O COB, contudo, dava como certo o ouro no futebol masculino e de Cesar Cielo. Enquanto a seleção perdeu o título para o México, Cielo não repetiu o melhor tempo nos 50 m e ficou apenas com o bronze, aquém do que o próprio atleta esperava. Outro ouro considerado "barbada" era o da dupla Robert Scheidt e Bruno Prada, da vela, que terminou com o bronze.

Confira ainda: Vôlei termina Olimpíadas como o esporte mais vencedor do Brasil

Com isso, a delegação nacional ficou abaixo dos cinco ouros de Atenas (2004) e fechou a participação na 22ª posição no quadro de medalhas, contra o 16º lugar alcançado há oito anos.

No fim das contas, o carro-chefe em Londres acabou sendo o judô e o boxe, com sete medalhas. O judô ainda ajudou o país significativamente na classificação geral com o ouro de Sarah Menezes, também a primeira comenda do país na capital britânica.

Veja fotos dos medalhistas em Londres:

Aos 28 anos, Yane conquistou a última medalha do Brasil nas Olimpíadas de Londres. Foto: ReutersYamaguchi Falcão homenageia pai Touro Moreno pelo bronze em Londres. Foto: ReutersEsquiva Falcão recebe a medalha de prata, inédita para o boxe brasileiro. Foto: APApós início ruim, seleção feminina de vôlei reagiu e conquistou o bicampeonato. Foto: ReutersVôlei masculino do Brasil venceu os dois primeiros sets contra a Rússia, mas tomou virada e ficou com a prata. Foto: Getty ImagesNeymar, Hulk e Oscar durante a cerimônia de entrega da amarga medalha de prata do futebol. Foto: Getty ImagesAlison e Emanuel ficaram com a prata ao perder para dupla alemã na final do vôlei de praia. Foto: APLarissa e Juliana exibem a medalha de bronze. Foto: ReutersAdriana Araújo (dir.) recebe a primeira medalha do Brasil no boxe feminino. Foto: ReutersZanetti beija medalha de ouro em Londres, a primeira da história da ginástica. Foto: APRobert Scheidt e Bruno Prada. Foto: ReutersCesar Cielo não conseguiu repetir o título de Pequim 2008 e ficou com o bronze nos 50 m livre. Foto: Getty ImagesRafael Silva ignorou o cansaço e derrotou rival sul-coreano no golden score. Foto: Marcio Rodrigues/Fotocom.NetMayra Aguiar sorri ao mostrar a medalha de bronze conquistada nesta quinta-feira. Foto: Marcio Rodrigues/Fotocom.NetFelipe Kitadai garantiu bronze logo no primeiro dia. Foto: Marcio Rodrigues/Fotocom.NetThiago Pereira comemora com a medalha de prata conquistada nos 400 m medley. Foto: APSarah Menezes exibe sua medalha de ouro tendo a Tower Bridge como fundo, em Londres, um dia após a conquista. Foto: Fotocom

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG