Rússia ganhe o bronze, e 'geração dourada' da Argentina fica sem medalha

No jogo que marcou o último jogo de Ginobili, equipe europeia vence por 81 a 77 e subirá ao pódio depois de 24 anos

iG São Paulo | - Atualizada às

O último jogo do craque argentino Emanuel Ginobili e da "geração dourada" da Argentina em Olimpíadas não terminou do jeito esperado para os hermanos, com a terceira medalha olímpica. Na manhã deste domingo, a Rússia estragou a festa dos argentinos ao faturar a medalha de bronze no basquete com uma vitória por 81 a 77.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Getty Images
Ginobili não atingiu o objetivo de conquistar mais uma medalha

Com oito jogadores acima de 30 anos, essa edição dos Jogos Olímpicos é tratada como a despedida da 'geração dourada', que ganhou o ouro em Atenas (2004) e o bronze em Pequim (2008). Ginobili, com 35 anos, e outros atletas não estarão no Rio de Janeiro, em 2016. Pelo menos na condição de jogadores da seleção. A despedida definitiva pode acontecer na Copa América de 2013.

Leia mais: Na reedição da final de 2008, EUA testam status de "invencíveis" contra Espanha

Por outro lado, a Rússia fez melhor campanha desde 1988, quando a União Soviética ficou com a medalha de ouro.

No jogo deste domingo, Ginobili novamente liderou a Argentina em quadra e fechou o duelo com 21 pontos. Entretanto, o armador russo Shved e Kirilenko desmontaram a defesa hermana ao marcarem 25 e 20 pontos, respectivamente. Os quatro quartos foram apertados, sendo que o útlimo terminou empatado e favoreceu a seleção russa. 

Leia tudo sobre: Emanuel Ginobiliargentinabasquetelondres 2012Rússia

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG