Cielo dá o troco em Fratus e crava a melhor marca do ano nos 50 m livre

Cielo e Fratus fizeram a dobradinha do Brasil na prova. Ambos já têm vaga assegurada para Londres nos 50 m livre

iG São Paulo |

Satiro Sodré/AGIF
Cielo comemora o ouro e a melhor marca do ano nos 50 m livre

Após ser batido por Bruno Fratus e terminar as eliminatórias com apenas o quarto melhor tempo para as finais do 50 m livre. Cesar Cielo, atual campeão olímpico e recordista mundial da prova, levou a medalha de ouro no Sul-Americano de natação, realizado em Belém, no Pará. De quebra, Cielo fez a melhor marca do ano na prova, 21s85.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros fãs da natação

Com o ouro e a melhor marca do ano na prova que é a sua especialidade, Cesar Cielo confirma seu bom retrospecto no Sul-Americano. Nesta quarta-feira o nadador paulista já havia conquistado os 50 m borboleta, também cravando a melhor marca na temporada .

Leia mais: Thiago Pereira vence em Belém e passa Phelps no ano

Ao sair da piscina Cielo afirmou que seu desempenho no Sul-Americano é um recado para os seus adversários nas Olimpíadas. "Achei que estava mais rápido. Mas é sempre bom mandar um recado para os nossos adversários, com mais um melhor tempo do mundo", declarou o recordista mundial da prova.

Rogério Romero exalta a marca de Cielo. Leia no blog

Cielo ainda demonstrou animação com a possibilidade de repetir a dobradinha com Fratus em Londres."Estamos caminhando, se Deus quiser, para fazer, quem sabe uma dobradinha em Londres", disse Cielo, ao lado de Bruno Fratus, na saída da piscina.

Leia mais: Cielo vence e faz o melhor tempo do ano nos 50 m borboleta

Nas eliminatórias realizadas na manhã desta sexta, Bruno Fratus exibiu seu novo estilo, o careca, e derrotou Cielo com a marca de 22s17. No entanto, Bruno não foi páreo para o campeão olímpico nesta noite de sexta e ficou com a prata nos 50m livre.

Blog Espírito Olímpico: Cielo se inspira em Valentino Rossi para nova touca

Além de deter o recorde mundial dos 50m, com o tempo de 20s91. Cielo também possui a melhor marca do mundo nos 100m, 46s91. Ambos os tempos foram obtidos na época em que os nadadores podiam utilizar os chamados supermaiôs, proibidos pela FINA (Federação Internacional de Natação), em 2010. 

Joanna Maranhão leva o ouro nos 200 m borboleta
Satiro Sodré/AGIF
Joanna Maranhão foi outra brasileira que ganhou medalha de ouro nesta sexta
Outra favorita, Joanna Maranhão também conquistou o ouro nesta sexta-feira em Belém. A brasileira venceu os 200 m borboleta com o tempo de 2min11s03 e ficou longe do índice olímpico, que é de 2min08s95.  Já Kaio Márcio Almeida ficou apenas com o quarto lugar nos 100 m borboleta, prova já tem índice olímpico. A vitória foi de outro brasileiro: Glauber Henrique Silva, com 52s80.

O Brasil também venceu as duas provas de revezamento. Nos 4x100 medley masculino, a equipe formada por Thiago Pereira, Felipe França, Kaio Marcio e Cesar Cielo ficou com o ouro com o tempo de 3min40s34, bastante acima dos 3min34s58 do Pan de Guadalajara. Já no 4x100 livre feminino, as brasileiras venceram com Tatiana Lemos, Graciele Hermann, Daynara de Paula e Larissa Martins, com 3min45s03.

Manuella Lyrio confirmou a boa fase e faturou os 200m livre, com o tempo de 2min00s58, acima do índice olímpico de 1min58s20. Nos 1.500m, a medalha de ouro ficou com Lucas Kieski, que percorreu a distância em 15min28s23, mais de 18 segundos acima do índice. 

    Leia tudo sobre: nataçãolondres 2012bruno fratuscesar cielobrasil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG