No auge, seleção de judô pode ter participação recorde nas Olimpíadas

Equipe pode disputar os Jogos Olímpicos pela primeira vez com atletas classificados em todas as 14 categorias

Rodrigo Farah, iG São Paulo |

Vipcomm
Leandro Guilheiro é o líder do ranking mundial na categoria meio-médio
A quase quatro meses das Olimpíadas de Londres 2012 , a expectativa em torno da seleção brasileira de judô não poderia ser melhor. O time nacional conta com dois líderes do ranking mundial – Leandro Guilheiro e Mayra Aguiar - e ainda poderá disputar os Jogos com representantes em todas as 14 categorias pela primeira vez.

Veja também: Leandro Guilheiro assume liderança do ranking mundial do judô

Vipcomm
Gaúcha Mayra Aguiar também é a melhor do mundo em sua categoria
Atualmente, apenas Brasil e Japão teriam condições de entrar nos Jogos Olímpicos com todos os atletas sem a necessidade de apelar para as cotas continentais. França e Coréia do Sul entrariam na lista com o ranking europeu e asiático, além da Grã-Bretanha, que terá 14 representantes por ser o país sede.

Confira ainda: Tiago Camilo sofre lesão, mas mantém sonho olímpico

“Nosso foco é total voltado para Londres. Já estamos trabalhando para Rio-2016, mas a nossa prioridade são os Jogos de agora. Trabalhamos muito com esses atletas, adaptando-os ao calendário da melhor forma possível para eles chegarem forte nas Olimpíadas”, avaliou o coordenador técnico da seleção, Ney Wilson, em entrevista recente ao iG .

Leia ainda: Após ouro em Paris, Mayra é a primeira brasileira líder do ranking

Os melhores colocados no ranking são Leandro Guilheiro e Mayra Aguiar, líderes das categorias meio-médio (81 kg) e meio-pesado (70 kg), respectivamente. Com isso, eles entram na reta final de preparação como favoritos ao ouro.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros fãs do judô

“Na verdade acho que não faz tanta diferença entrar nas Olimpíadas em primeiro ou em segundo. Os adversários já vão ter me estudado e vão saber como eu luto. É legal ter o status de ser o primeiro do ranking, mas não foi algo que procurei. Não era um objetivo fixo”, comentou Leandro Guilheiro.

Paralelamente, dois dos principais judocas da seleção ainda disputam a classificação ponto a ponto. Os médios Hugo Pessanha (7º) e Tiago Camilo (9º) estão muito próximos no ranking e ainda deixaram em aberto qual será o representante do Brasil na Inglaterra.

“Essa disputa entre nós dois é benéfica para todos, pois tanto eu ou o Tiago vamos chegar fortes nas Olimpíadas. Não paramos e não tivemos tempo para nos poupar, mas isso tem um lado positivo. Os dois estão bem”, comentou Hugo Pessanha.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG